Casamento é ruim. Será?

Olá fulanas lindas, resolvi partilhar com vocês um pouco do que penso a respeito de CASAMENTO.

Partiu ler esse post?

Vivemos em um mundo com valores muito perdidos, e quem em meio ao caos sentimental resolve abrir mão da solteirice para viver ao lado de alguém é corajoso!

Na verdade eu resumiria o casamento nessa palavra, CORAGEM! É preciso abrir mão de muita coisa, é preciso renunciar as suas vontades para compreender a do outro, paciência para aceitar que nem tudo é do seu jeito, força para ser fiel pois o mundo quer te oferecer o pecado a todo momento, é preciso cuidado, zelo, carinho, afeto, admiração, respeito e claro amor!

Muitas pessoas decidem se casar porque se amam, porém se separam muito rápido, será que o amor acabou? Será que não era amor? Na minha opinião raramente podemos culpar o amor, muito mais muitoooo frequentemente é a maneira como sustentam esse amor que enfraquece, a falta de respeito e companheirismo fazem com que não haja mais ambiente para se relacionar, e lógico né a Traição que é o verdadeiro câncer dos casamentos, desde a época da minha vó, não é de hoje não... é porque hoje em dia se a Fabiola for fazer as unhas tem alguém para filmar rsrsr e aí ficou mais fácil descobrir.

Mas não estou aqui para falar do porque eles acabam, tenho pais separados, sogros separados e diversos amigos e conhecidos, então sei de cor esse caminho para o fim. Estou aqui para falar sobre o SUCESSO no casamento, sobre AMAR ser CASADA, sobre detestar gente que difama essa linda instituição, odeio gente que não acredita no amor, no casamento, pode reparar as pessoas que falam que não é bom casar geralmente tiveram ou têm um péssimo casamento, aí claro né saem denegrindo essa situação.

Casar é lindo, é especial demais acordar ao lado de quem você ama, respeita, admira...

Namorei por quatro anos e fiquem mais seis noiva, fui pedida em casamento em 2010 e em 2012 nos casamos, planejamos tudo juntos, desde as cortinas da nossa casa até a divisão das contas. Estou casada há quatro anos e meio e AMOOOOO minha vida de esposa, adoro cozinhar para ele, conversar sobre planos antes de dormir, dividir o último bis da caixinha e tudo mais. Vim de um lar com muito amor, quando me casei morávamos Eu, Lu (minha irmã mais velha) e meu Pai, lembro-me até hoje do dia em que estava fazendo as malas para vir pra cá, sai do meu quarto e cheguei na sala o Pai e a Lu aos prantos, ele me abraçou e disse que se caso não desse certo eu tinha para onde voltar...

Vocês tem noção do quanto isso é difícil, sair da sua casa, do seu cheirinho, da sua rotina, para um mundo totalmente novo, coberta estranha, marido com gostos diferentes dos meus, como por exemplo dormir de tv ligada, coisa que nunca fazia, rotina mais responsável, enfim... Muitas coisas que poderia citar aqui, quem é casada sabe, a gente tá no trabalho sai um sol e já pensa que poderia ter estendido a roupa, ou lembra que não descongelou a carne rsrsrs, eu tinha apenas 21 anos, e casei porque ESCOLHI isso, não estava grávida e nem fugindo de nada, mesmo assim é difícil a adaptação.

O silêncio aqui do condomínio me irritava, porque na minha casa era um entra e sai sem fim, hoje não vivo mais sem esse silêncio delicioso que é aqui, no primeiro mês tivemos várias Drs para ajustar as coisas, como divisão do trabalho doméstico por exemplo, sim porque casar pra ser empregada ninguém merece né amigas?!

Aos poucos nos adaptamos um ao jeito do outro e quanto tudo parecia estar perfeito eu mudei completamente minha rotina alimentar e inclui treinos diários, quem é casada aí sabe do que estou falando, fazer dieta sem o marido acompanhar não é fácil, mas mais uma vez meu amor me provou o quanto é meu parceiro e entrou nessa comigo.

Esse é um assunto que rende muito, outro dia quero fazer um vídeo com perguntas e respostas a respeito do tema tá!? Mas nesse post quero deixar uma coisa bem clara, não é porque tenho um casamento feliz que não tenho problemas, brigas e dias ruins, isso faz parte da rotina de todos, a dois anos atrás quando resolvemos abrir um negócio próprio passamos por uma crise financeira, normal na vida de muitos que batalham como nós, e posso garantir para vocês, isso nos fortaleceu imensamente, sempre brinco que ser feliz na riqueza e na saúde até bobo quer, porém na hora da dificuldade é que vemos quem está conosco pro que der e vier, enfim passamos por essa fase e sou muito grata a Deus por ter edificado nosso lar, casar é comer cachorro quente no sábado e ser feliz como se estivesse jantando fora, a felicidade não está no dinheiro, está nos momentos simples da vida. Porém as estatísticas mostram o contrário, a grande maioria dos relacionamentos chega ao fim por causa de crises financeiras, acreditam?! A explicação é um pouco lógica, há um desinteresse de uma das partes ou das duas, o que faz com que fiquem muito mais vulneráveis a traição, já que para muitos a grama do vizinho é sempre mais verde.

Eu sempre observo casamentos felizes e tento notar o que de bom foi realizado para que a felicidade acontecesse, e sempre noto uma coisa em comum, ADMIRAÇÃO. Ninguém merece estar com uma pessoa que te coloca para baixo, com alguém que não te valoriza, que não acredita em você, e principalmente alguém que não plante junto contigo, é fundamental semear tudo juntos, cada centavo guardado, cada perdão, cada tempestade acalmada para que no dia da colheita haja a certeza de que não foi em vão.

Se eu pudesse dar uma dica para todos de algo que dá muito certo comigo eu falaria : DIÁLOGO!

Converse, explique porque não gostou de algo, cara amarrada não resolve nada, quando eu era adolescente eu era assim, fechava a cara e achava que ele tinha que adivinhar porque eu estava chateada, hahah quem nunca né?! Ainda bem que a maturidade me fez mudar, aliás depois de casada conto nos dedos nossas discussões. Sempre converso muito, sobre todos os assuntos, e jamais vou dormir sem resolver alguma pendência, nem que a gente vá dormir as duas da manhã rsrsrs, mas uma oração e um beijo de boa noite tem que ter.

Sou romântica, apesar de todos os dias saber de histórias que me fazem descrer do amor, mesmo assim eu sigo firme, acho que nasci para ele e ele para mim, pode parecer bobagem mas eu acredito em destino e sei que ele ainda me reserva muitos momentos felizes em meu casamento.

Para quem é casada eu desejo paciência e felicidade e para quem é solteira e sonha em casar eu desejo que saiba o memento certo, existe um tempo para cada coisa e pular etapas não é legal.

E para quem ama ser solteira, eu respeito total. Não acho que mulher precisa de homem para ser feliz não, cada um escolhe seu destino. Eu nasci para ser casada rsrsr, mas se um dia por ventura eu deixar de ser, jamais vou sair atrás de qualquer um só para dizer que tenho um par, acho isso patético.

Primeiramente é preciso ser feliz, para só então assumir a responsabilidade de ser a felicidade de alguém.

A vida a dois é um desafio, porém não há como imaginar lindas histórias sem um final no altar com chuva de arroz, não é?!

Fico triste em saber de separações, mas fico ainda mais triste em ver uniões totalmente despreparadas e sem fidelidade... Um dia as pessoas vão se dar conta do verdadeiro sentido de uma aliança no dedo, como disse no começo do texto casar é para poucos, coragem realmente não é uma qualidade fácil de se encontrar, seja corajosa minha Fulana, assuma suas responsabilidades de mulher, acredite no amor, não desista na primeira dificuldade, encontre não alguém que te complete, mas alguém que te transborde!

Casamento é como um pequeno barquinho num mar bravo e agitado, os dois devem remar muito, mesmo cansados... Ou fazem isso ou afundam juntos.  

Como sugestão para vocês, gostaria de recomendar um filme que me fez refletir muitíssimo sobre a vida a dois, o nome é A PROVA DE FOGO, assistam e depois me contem. Um beijo cheio de carinho para vocês, espero que tenham gostado e claro partilhem aqui seus pensamentos sobre esse assunto, quero saber tudooooo! O que é casamento para vocês?

E respondendo a pergunta que dá título a esse post, Casamento não é nada ruim, isso é história que gente infeliz inventa!